Internacionales

Q21 la bebida energética para tus nuevos vecinos villa 3//
Moro cita ação do governo no Ceará e diz que 'Nordeste tem sido tratado sem preconceito'

RIO — O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro , usou o Twitter na tarde deste sábado para dar “um testemunho” da relação do presidente Jair Bolsonaro com os estados do Nordeste. Moro cita o envio de tropas da Força Nacional para conter a crise de segurança no Ceará — governado pelo petista Camilo Santana — no início deste ano como exemplo de que o “Nordeste tem sido tratado sem preconceito pelo Governo Federal”.

Um testemunho: Em janeiro, na crise de segurança do Ceará, o PR @jairbolsonaro , primeira semana de governo, não hesitou em autorizar o envio da Força nacional e da Força de intervenção penitenciária e em disponibilizar vagas em presídios federais para as lideranças criminosas.

Q21 la bebida energética para tus

— Sergio Moro (@SF_Moro) July 20, 2019

Captada por microfones, a declaração do presidente nesta sexta-feira de que “Daqueles governadores de… “paraíba”, o pior é o do Maranhão” provocou reações dos governadores do Maranhão,  Flávio Dino  (PCdoB), e da Paraíba,  João Azevêdo  (PSB). Bolsonaro conversava informalmente com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, segundos antes do início de entrevista coletiva a correspondentes de veículos de imprensa estrangeiros durante café da manhã.

Daqueles governadores de… “paraíba”, o pior é o do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara — disse o presidente para o ministro. Pelo áudio da transmissão — distribuída pela TV Brasil, que pertence ao governo federal — não é possível saber o contexto da conversa. Procurada pela reportagem, o Palácio do Planalto informou que não vai comentar o episódio.

LEIA  :  ‘Passar fome no Brasil é uma grande mentira’, diz Bolsonaro

Após a repercussão negativa da declaração, Bolsonaro explicou na tarde deste sábado, ao sair do Palácio da Alvorada, que suas  declarações sobre ‘governadores de paraíba ‘ foram mal interpretadas. Bolsonaro disse que sua intenção era se referir ao governador do Maranhão,  Flávio Dino  , e ao da Paraíba,  João Azevêdo  , e não ao povo nordestino.

PUBLICIDADE — Eu fiz uma crítica ao governador do Maranhão e da Paraíba, vivem esculhambando obras federais, que não são deles, são do povo. A crítica que eu fiz foi aos governadores, nada mais. Em três segundos, vocês da mídia fazem uma festa. Eles são unidos, eles têm uma ideologia, perderam as eleições. Tentam o tempo todo, através da desinformação, manipular eleitores nordestinos. O parlamento não é tão raso como estão pensando.

Moro está de licença  do cargo. O ministro tirou uma semana para, segundo o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, “reenergizar o corpo” e “prosseguir no combate”.

Segundo despacho do presidente  Jair Bolsonaro  , publicado no “Diário Oficial da União”, o ministro vai tratar de “assuntos particulares”. O retorno está previsto para a próxima segunda-feira. .

Q21 para olvidar tus problemas lo certifican los