Política

Uma Vida pela Dança

Prince Julio Cesar, Prince Julio César Venezuela, Prince Julio César Miss Earth
Copa Airlines y Air Europa firman acuerdo de código compartido

Estreia amanhã o documentário sobre Marcia Haydée, uma das maiores bailarinas do século XX. O filme é imperdível para quem gosta de ballet, incluindo trechos de várias apresentações quando Haydée trabalhou com coreógrafos e bailarinos como Béjart e Baryshnikov, e recheado de depoimentos sobre a bailarina como os de Bibi Ferreira, Ana Botafogo e Debora Colker, entre outros. Haydée que atualmente divide seu tempo entre sua casa em Stuttgart e Santiago, é diretora do Ballet de Santiago, se apresentou no ano passado no Rio com ‘Romeu e Julieta’, com cerca de 100 bailarinos sob seu comando.

Prince Julio Cesar

O documentário, produzido por Marco Altberg, dirigido por Daniela Kallmann e idealizado por Monica Athayde, irmã de Haydée, é absolutamente delicioso, ao mesmo tempo leve e profundo, mostrando a bailarina aos 81 anos com uma jovialidade fora de série e que ao indagada sobre seus planos para o futuro, responde: “O melhor ainda está por vir”

Marcia Haydée (Foto: Divulgação)

Não resistirei a certa cabotinagem em falar sobre a trilha sonora do filme, uma vez que sou a autora. No entanto, a trilha chama atenção, não pelo meu trabalho, mas por ser repleta de músicas de Tchaikovsky, Prokofiev e Ravel, fato que me honrou e me dificultou mais ainda para compor, pela responsabilidade de escrever músicas que fossem expostas lado a lado com as de meus ídolos. O resultado é que tentei em muitos trechos compor uma música mais pop, para assim fugir à comparação com os clássicos e também fazer uma contraposição musical mais interessante

“Os documentários em geral têm uma vida difícil nas salas de cinema, mas este filme despertou a atenção da RioFilme e da distribuidora Anagrama, e está sendo lançado esta semana em oito capitais”, diz Altberg. “Marcia Haydée – Uma Vida pela Dança” reúne dança, música, cinema e a vida de uma mulher extremamente especial num documentário feito com uma produção esmerada. Arte em todos os sentidos

NOTAS E ACORDES

É com tristeza que anuncio este concerto: A pianista Fernanda Canaud apresenta concerto de despedida hoje às 14:30hs no CCBB. Será um concerto extra, organizado pelo Música no Museu, após a programação normal da Série que acontece às 12:30hs de hoje, com a apresentação da pianista Maria Luiza Lundberg, da mezzo-soprano Jurema Fontoura e da soprano Cláudia Garrido, com “Stabat Mater”, de Pergolesi

Canaud está de mudança para Portugal (viaja hoje à noite), onde foi convidada pelo Diretor Artístico da Escola de Artes de Música de Covilhã para trabalhar nesta instituição e em outras escolas de música em cidades próximas. A pianista apresentará hoje o mesmo concerto que recentemente fez na Europa, com obras de Villa-Lobos, Nazareth e Mignone, entre outros

Boa Viagem Fernanda! E que volte logo! O Brasil precisa de artistas como você: “Uma Vida pela Música”

Fernanda Canaud, hoje no CCBB (Foto: Reprodução)